Programa

Valor Desde 1,425.00 €
Partidas todos os dias
Voos de Lisboa, Humberto Delgado (LIS) para Mahe, Seychelles Int. (SEZ) ou de Porto, Francisco Sá Carneiro (OPO) para Mahe, Seychelles Int. (SEZ) ou Emirates de Lisboa, Humberto Delgado (LIS) para Mahe, Seychelles Int. (SEZ) ou Emirates de Porto, Francisco Sá Carneiro (OPO) para Mahe, Seychelles Int. (SEZ)
Período de Reserva 27/08/2019 - 23/10/2021
Período de Estadia 01/04/2021 - 31/10/2021

1º e 2º Dia - Lisboa / Zurique / Mahé / Praslin
Comparência no aeroporto 3 horas antes da hora da partida para formalidades de embarque. Partida no horário e companhia aérea indicados com destino às Seicheles, via Zurique. Chegada a Mahé e partida no voo com destino a Praslin. Chegada, assistência e transporte partilhado para o hotel escolhido. Alojamento.

3º ao 8º Dia (número de noites poderá ser variável) - Praslin
Estadia no hotel e regime escolhidos. Dias livres para desfrutar do destino e das maravilhosas praias. Sugerimos a realização de algumas excursões opcionais (por favor, consulte-nos). Alojamento.

9º e 10º Dia - Praslin / Mahé / Zurique / Lisboa
Pequeno-almoço no hotel. Em hora a determinar localmente, transporte partilhado para o aeroporto para embarque no voo com destino a Mahé. Chegada ao aeroporto internacional, formalidades de embarque e partida conforme horário e companhia aérea indicados com destino a Lisboa, via Zurique. Chegada a Lisboa e fim dos nossos serviços.

Faça a sua escolha

Opções Disponíveis para 2021-21-01 , (5 Noites) , 2 Adultos

Ficha informativa

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA:
Passaporte válido

AVISO: 
B) As taxas de aeroporto e de combustível estão sujeitas a alterações até à data da partida.
C) Os quartos indicados como triplos são duplos com cama extra.
D) A hora de saída dos quartos no último dia terá que ser efetuada até às 12 horas.
E) O envio de documentações poderá estar sujeito à regulação prévia de saldos ou débitos existentes.
F) A inserção dos dados de passaporte é da responsabilidade da agência de viagens, declinando a Solférias qualquer responsabilidade pelos dados inseridos.

Consulte e/ou imprima:

* Condições de Contrato de Transporte Aéreo e outros avisos importantes


Sobre o destino

  As Seicheles estão localizadas no Oceano Índico e são compostas por 115 ilhas distribuídas por vários arquipélagos.

    Consideradas um verdadeiro paraíso tropical, as suas praias de areia branca, águas cristalinas e vegetação abundante deslumbram quem as visita. A Unesco reconhece a importância destas ilhas considerando o Atol de Aldabra e a Reserva da Natureza do Vallée de Mai como Património Mun-dial da Humanidade.
    A simplicidade natural destas ilhas paradisíacas encanta com as suas pacatas praias desertas, palmeiras exóticas que despontam por entre a vegetação verdejante, onde é possível fazer caminhadas, como no Parque Nacional Morne Seychellois, por entre caminhos onde abundam o gengibre selvagem, a canela e a baunilha. Não se deixe ficar só pelas ilhas mais conhecidas, aproveite e conheça também as ilhas mais pequenas.
    Na Ilha de Praslin encontra a Reserva do Vallée de Mai, inscrita pela Unesco como Património da Humanidade, e onde se descobre uma densa floresta de palmeiras e fauna exótica. Aqui encontra-se um coco bastante célebre, o gigante coco-do-mar.
    Todos estes cheiros e sabores influenciam a culinária local, que contém uma mistura única de influências africana, chinesa, inglesa, francesa e indiana.
    Aqui descobrem-se surpreendentes tons turquesa do mar, que contrastam com as areias douradas e combinam harmoniosamente com os tons de granito e de verde que constituem as ilhas.
    Este é um dos melhores locais do mundo para simplesmente ser feliz. Se procura outras atividades, é possível observar tartarugas e pássaros, enquanto desfruta do ecoturismo do arquipélago. Pode ainda ocupar o tempo com algumas atividades desportivas, que incluem golfe, pesca desportiva e outros desportos náuticos como snorkeling, mergulho, passeios pedestres e de bicicleta ou simplesmente desfrutar de um spa.
    Sozinho, ou com companhia, as Seicheles são o destino ideal para desligar do mundo e se ligar à natureza.



Ficha informativa

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA:
MaldivasObrigatório passaporte eletrónico, com validade mínima de 6 meses a contar da data de regresso.
Maurícia: Passaporte válido
Polinésia Francesa: Passaporte com validade mínima de 6 meses a contar da data de regresso.
Seicheles: Passaporte válido

AVISO: 
A) As taxas de aeroporto e de combustível estão sujeitas a alterações até à data da partida.
B) Os quartos indicados como triplos são duplos com cama extra.
C) A hora de saída dos quartos no último dia terá que ser efetuada até às 12 horas.
D) Nas Maldivas existe uma taxa turística a ser paga localmente pelo cliente à saída do País: 15?(valor indicativo).  Escalas com mais de 6 Horas em Doha obrigam a  tratamento do visto.
E) O envio de documentações poderá estar sujeito à regulação prévia de saldos ou débitos existentes.
F) A inserção dos dados de passaporte é da responsabilidade da agência de viagens, declinando a Solférias qualquer responsabilidade pelos dados inseridos.

Consulte e/ou imprima:

* Condições de Contrato de Transporte Aéreo e outros avisos importantes

Razões para fazer a mala

1) DIVERSIDADE PAISAGÍSTICA

A pequena ilha Maurícia é grande na diversidade paisagística: o verde é a cor dominante no interior, circundado por uma costa com cerca de 160 km de praias de areia fina, face ao recife de coral.

2) ENQUANTO É TEMPO

O arquipélago das Maldivas é uma maravilha rara no Planeta. Cerca de 1200 ilhas e 26 atóis rodeados por águas cristalinas, conservam uma paisagem natural completamente virgem, infelizmente ameaçadas pela subida do nível do mar.

3) RECORDAR GAUGUIN

O pintor francês Paul Gauguin viveu, pintou e morreu na Polinésia, uma terra que o apaixonou e o visitante rapidamente perceberá porquê. Ninguém fica indiferente a este universo verde, banhado por águas cristalinas e calmas.

4) NAVEGAR É PRECISO

Sair da ilha de Mahé para o mar é uma experiência inolvidável para quem se desloque às Seicheles. Visitar os parques naturais de Port Launay e da baía Ternay é uma opção tão boa como partir na direção da ilha Prasilin ou La Digue.

A não perder

PARQUE NACIONAL DO VALE DE MAI

Na ilha de Praslin, uma das melhor preservadas do arquipélago das Seicheles, é o único local do mundo onde pode ser encontrada a palmeira coco-do-mar.

MOOREA

A cerca de meia hora de barco do Taiti, surge a ilha de Moorea, famosa pelas suas montanhas vulcânicas que se refletem no azul do mar. A costa recortada por inúmeras pequenas baías, é bastante menos concorrida do que do Tahiti.

PIQUENIQUE A DOIS

Para quem está nas Maldivas será fácil organizar um passeio de barco a uma ilha deserta, onde será possível fazer um piquenique romântico sobre a areia branca rodeada de águas límpidas e tépidas.

PAMPLEMOUSSES

É um magnífico jardim botânico fundado por Sir Seewoosagur na ilha Maurícia. Passear à sombra das enormes árvores de cheiro inebriante como o mogno e o ébano é tão fantástico com descobrir os gigantes lírios de água.

GRANDE CAMINHADA

Para chegar a Tamarind Falls, um conjunto de sete magníficas quedas de água na ilha Maurícia, é necessário efetuar uma longa caminhada, sendo aconselhável contactar um guia experiente. A beleza da paisagem compensa o esforço.

Sobre a região

  Destinos de Sonho como Polinésia Francesa, Maurícia, Seicheles e Maldivas transformam as suas férias em dias inesquecíveis.

    Locais tão raros como apetecíveis, é por isso que lhes chamamos de sonho. Ainda existem paraísos no Planeta Terra, e são estes locais que lhe trazemos nesta brochura. Paisagens onde o verde é mais intenso, o mar é mais azul e o céu mais limpo do que em qualquer outro lugar. Não existem destinos mais desejáveis para umas férias inesquecíveis, onde pode fugir à rotina e recarregar as energias em praias e Resorts únicos. São pequenos grandes paraísos para descobrir a dois, em família ou com os amigos.

Condições de Reserva

1. Alterações, Cancelamentos e Condições Gerais de Venda, de acordo com nossa pagina web: www.solferias.pt; 2. DESPESAS DE CANCELAMENTO/ALTERAÇÃO 2.1 Todas as reservas efetuadas e confirmadas onde se verifique alteração ou anulação do contrato de viagem, estão sujeitas a taxas de rescisão, de acordo com os termos constantes nas nossas "Condições Gerais de Venda" - https://www.solferias.pt/#content/condicoesreserva 2.2 Em adição aos gastos irrecuperáveis apurados aquando da solicitação do cancelamento ou na ausência dos mesmos, serão cobradas as seguintes despesas de cancelamento: - Cancelamentos efetuados a menos de 72h da presente confirmação: 20€ (se data de viagem entre 30 e 0 dias) ou 0€ (se data de viagem for a 31 ou mais dias). - Cancelamentos efetuados após 72h da presente confirmação: 20€. Nota: todos os cancelamentos de reserva fora do horário de expediente da Solférias, têm de ser obrigatoriamente reportados para os contatos da permanência (24horas@solferias.com), não podendo a Solférias ser responsabilizada por despesas inerentes ao não cumprimentos estipulado de prazos. 2.3 Todos os restantes serviços confirmados na presente reserva estão sujeitos a todos os encargos a que o início do cumprimento do contrato e a sua desistência derem lugar. 2.4 No que respeita à parte aérea, e após a vossa autorização para emissão dos bilhetes, serão aplicadas as condições de cancelamento de acordo com a regra tarifária. Em caso de dúvidas não deixe de nos contactar. 2.5 A Solférias não assume qualquer responsabilidade por não conformidades resultantes de nomes indevidamente informados. 2.6 Os nomes dos passageiros deverão estar de acordo com o documento de identificação de viagem. 2.7 O cancelamento de serviços de viagem / viagens organizadas cuja reserva tenha sido efetuada utilizando como forma de pagamento o vale emitido ao abrigo do Decreto-lei n.º 17/2020 de 23 de Abril está sujeito a uma taxa de rescisão de valor igual ao preço do serviço, de forma a evitar reservas simuladas ou fraudulentas feitas apenas com o intuito de antecipar o recebimento dos valores titulados pelo vale. 3. Condições de entrada de visitantes que já tenham sido vacinados, a partir de 01 março 2021: - Visitantes adultos devem ter tomado a dose completa da vacina (em algumas vacinas, é necessário tomar 2 doses) e apenas poderão viajar 2 semanas após terem recebido a dose final da vacina, tendo de apresentar um certificado médico (em papel e em inglês) da autoridade sanitária nacional, a comprovar o processo de vacinação. - Devem ter um certificado de PCR Covid-19 negativo de um laboratório certificado e em inglês e o mesmo deve ser feito a menos de 72h da partida. - Bebés e crianças podem não precisar de ser vacinados. No entanto, precisam de ter um teste certificado PCR negativo obtido a menos de 72h da partida. - É necessário uma autorização de viagem de saúde. Os visitantes devem apresentar o seu certificado de vacinação e resultados negativos do teste PCR, detalhes do voo e alojamento antes da partida. Devem enviar o seu pedido de aprovação através da plataforma designada no seguinte link: https://seychelles.govtas.com/. Este pedido só pode ser feito 2 semanas depois de receberem a(s) dose(s) completa(s) de vacinação e após terem recebido o resultado do teste PCR negativo. - No check-in, todos os viajantes que cheguem às Seicheles devem apresentar a Autorização de Viagem de Saúde (HTA) à(s) companhia(s) aérea(s) para verificação. - Os visitantes devem garantir que as reservas de alojamento sejam feitas apenas em estabelecimentos licenciados que sejam certificados pela Autoridade de Saúde Pública. A lista está em constante atualização e deve ser consultada em: http://tourism.gov.sc/list-of-all-covid-19-health-certified-tourism-businesses/. Condições de entrada de visitantes que não tenham sido vacinados, apenas possível a partir do final de março 2021: - Só é permitida a entrada de visitantes de países pertencentes às categorias 1 e 2. A lista de países é atualizada regularmente e pode ser consultada em: http://tourism.gov.sc/covid-19-guidelines/ 4. Dados de Passaporte: Os dados de passaporte recolhidos são, única e exclusivamente, para cumprimento da Norma Europeia "PNR Directive", em que passou a ser requisito obrigatório a inserção dos dados de passageiros nas reservas de todos os passageiros que viajem para Portugal, provenientes de países não-Schengen ou que transitem em Portugal vindos desses países. Este requisito é obrigatório também para todos os passageiros (incluindo portugueses) que, tendo iniciado a viagem em Portugal, estejam de regresso, provenientes de um país não-Schengen. Todos os dados recolhidos, serão tratados de acordo com o Regime Geral da Proteção de Dados. 5. Informamos que estes destinos obrigam a passaporte com mínimo de 6 meses de validade a contar da data de saída do destino. É também obrigatório o preenchimento dos dados de passaporte dos passageiros para todas as reservas online até 5 dias úteis (quinto dia não incluído) antes da partida. Mais informamos que também poderão enviar os dados de passaporte para a Solférias, por email, contudo, o preenchimento dos dados de passaporte pelos nossos serviços, terá uma taxa de 15,00 EUR por reserva. 6. Ficha Informativa Normalizada: A combinação de serviços de viagem que lhe é proposta constitui uma viagem organizada na aceção da legislação em vigor do Decreto-Lei nº 17/2018 de 8 de março. Por conseguinte, beneficiará de todos os direitos da União Europeia aplicáveis às viagens organizadas. A Soliférias - Operadores Turísticos, S.A e a agência de viagens que efetuou a venda ao cliente serão plenamente responsáveis pela correta execução da globalidade da viagem organizada. Além disso, conforme exigido por lei, a Soliférias - Operadores Turísticos, S.A, e a agência de viagens que efetuou a venda ao cliente têm uma proteção para reembolsar os pagamentos que tenha efetuado e, se o transporte estiver incluído na viagem organizada, assegurar o seu repatriamento caso seja(m) declarada(s) insolvente(s). Mais informações sobre os principais direitos ao abrigo do Decreto-Lei nº 17/2018 de 08 de março, devem ser consultadas em www.solferias.pt. 7. Este programa dispõe de um seguro contratado. As coberturas, em formato PDF, poderão ser consultadas em: http://www.solferias.pt/#content/seguros 8. A pandemia originada pela Covid-19, determinou a adoção, por inúmeros Governos, de medidas de prevenção, combate e contenção da doença, que incluíram fortes restrições na circulação de cidadãos em todo o Mundo, que podem manter a interdição de entrada de cidadãos não nacionais ou não residentes, exigir certificado médico, declarações para deslocação ou quarentena obrigatória para cidadãos provenientes do estrangeiro, etc. As medidas de contenção e controle da doença continuarão a ocorrer, e cada País irá retomando sua atividade económica e social à medida que os seus sistemas de saúde e as sociedades em geral se adaptam a uma nova realidade, reduzindo os efeitos nocivos da COVID-19. É portanto muito importante para que a viagem decorra da forma prevista, que esteja o mais informado possível sob as medidas necessárias para a saída e entrada em Portugal e os países que vai visitar. Os despachos que têm vigorado desde 01 agosto 2020 (Despacho 7595-A e subsequentes) e que devem ser consultados em https://dre.pt ou https://www.sef.pt/pt/Pages/homepage.aspx#, indicam claramente o regime de entrada e saída de cidadãos Portugueses que se ausentem para um país não pertencente à zona Schengen e o façam de avião. Os referidos despachos indicam que, todos os passageiros de regresso a Portugal, só poderão embarcar no destino se tiverem teste Covid (RT-PCR) de rastreio da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo e realizado nas 72 horas anteriores ao embarque. Ficam isentos de efetuar o referido teste: -os passageiros que apenas façam transito em Portugal (e não tenham de abandonar o Aeroporto) -os passageiros que regressem de um país pertencente ao Espaço Schengen, Comunidade Europeia ou Reino Unido - os passageiros que regressem de países cuja situação epidemiológica esteja de acordo com a recomendação EU 2020/912 e que constam no despacho acima indicado em vigor: Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Geórgia, Japão, Nova Zelândia, Ruanda, Tailândia, Tunísia e Uruguai (a lista de países será periodicamente atualizada pelo Governo Português, pelo que deverá reconfirmar a mesma, antes do início da viagem ou verificar atualizações do referido despacho) Cidadãos nacionais, cidadãos estrangeiros residentes legalmente em território nacional e seus familiares ou pessoal diplomático, que não tenham comprovativo de realização de teste SARS-CoV-2 com resultado negativo, à chegada ao território nacional, serão encaminhados para a realização do referido teste, ás suas custas. Os cidadãos que recusem a realização do teste à chegada, serão notificados pelo serviço de Estrangeiros e Fronteiras para a sua realização no prazo de 48 horas e podem incorrer em crime. Adicionalmente, informamos que todos os passageiros que entrem em território nacional através dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro ou Beja são sujeitos a controlo de temperatura por infravermelhos. Caso se justifique, os passageiros serão sujeitos a teste de diagnóstico RT-PCR à COVID-19, conforme previsto no Despacho nº 6948- A/20209 de 6 de julho (https://dre.pt/application/file/a/137248605), devendo permanecer confinados nas suas residências até receberem o resultado negativo; Todas as questões decorrentes, devem ser esclarecidas/analisadas com as autoridades competentes. 9. Publicação das condições acima expostas a 21/01/2021 (18h00). SOLFÉRIAS - VIAJAR APROXIMA

Aeroporto de Origem

Aeroporto de Destino

Opções Disponíveis

Regimes

Data de Partida

Noites

Passageiros

Continuar

Geral

Hotel

Check-in

Check-out

Política de Cancelamento

As políticas de cancelamento e pré-pagamento podem variar de acordo com a opção escolhida. Por favor, verifique as condições para cada quarto / opção.